GALINHOLAS – Resumo da Época 2012/2013

Após aproximadamente 40 jornadas de caça e em virtude de um árduo trabalho desenvolvido por uma fantástica Equipa de cães, foi possível cobrar 71 galinholas. A Equipa formada por FUEGO (SIM), FREAK (PM), TEJO DA BEIRATEJO (PM) e ASTRO DA BEIRATEJO (EBM) contou ainda com a participação especial de ESTRELINHA (SIF) e ELY, o Furacão (BAF).

A setter fêmea ESTRELINHA que este ano já não “janta em casa” mas ainda vai muitas vezes “almoçar comigo” teve um papel fundamental na ajuda para a formação de novos talentos. Com uma capacidade de caça muita acima da média, a Estrelinha é do melhor que já vi!!

FUEGO, setter ingês macho, sempre muito estilista, é detentor de um dom natural que o facilita a encontrar galinholas. Com um galope fluído e muito felino, é sempre muito agradável observá-lo nas jornadas de caça.

FREAK, o pointer macho é um verdadeiro todo o terreno. Detentor de um galope bem pointer, não diminui os seus andamentos nem altera o seu porte de cabeça perante as dificuldades do terreno. Com uma paragem muito autoritária, guia à ordem de uma forma que facilita sempre o tiro ao caçador.

TEJO DA BEIRATEJO, pointer macho, demonstrou nesta primeira época de caça às galinholas que tem qualidades naturais para vir a ser um dos próximos “pontas de lança”.

O epagneul breton, ASTRO DA BEIRATEJO, demonstrou desde tenra idade uma grande qualidade de caça, daí o seu apelido “Fenómeno”. Não foi difícil introduzi-lo nesta nova modalidade…

Quanto à participação especial de ELY, O FURACÃO, foi no fundo a “cereja no topo do bolo”. Numa época que se apresentou como uma das melhores dos últimos 10 anos, não pelo número de abates, mas sim pela forma como desfrutei dos vários lances de uma Equipa sensacional de cães.

Ainda agora terminou e já sinto saudades…

Jorge Piçarra

Deixe uma resposta

MORADA

Sesimbra Natura Park
Telemóvel: (+351) 919 288 790
(Ver Localização)

Website: http://www.canilbeiratejo.com
Email: canilbeiratejo@gmail.com

Jorge Piçarra

Desde muito cedo surgiu a paixão pelos cães de parar. Os primeiros passos nesta arte foram dados em conjunto com o meu pai e com ele acompanhei desde tenra idade o evoluir dos cães de caça, que sempre fizeram parte do seio familiar.

APOIOS

Show Buttons
Hide Buttons